Dupla doação

O que é a fertilização in vitro com doação de óvulos e espermatozoides?

Consiste num tratamento de fertilização in vitro (FIV-ICSI) com óvulos e esperma doados. Os dadores são anónimos e escolhidos com base nas características fenotípicas dos pacientes.

Os óvulos doados são fertilizados por microinjeção de esperma (ICSI) com esperma de um dador. Os embriões assim obtidos serão depositados no útero materno para se implantarem e darem origem à gravidez.

As taxas de gravidez por meio deste tratamento são tendencialmente altas.

Tratamiento FIV doble donación

Processo de FIV com doação dupla, passo a passo

Selección y tratamiento para donante de óvulos para doble donación

Seleção e tratamento da dadora de óvulos

Todas as nossas dadoras realizam extensivas análises de saúde e psicológicos, tendo que passar com sucesso todos os exames médicos realizados.

A punção ovárica da dadora é realizada quando atingimos o momento ideal de maturação folicular. Em alguns casos, a receptora será instruída a tomar HCG para simular o processo natural de ovulação.

Muestra seminal para doble donación

Obtenção da amostra seminal

No mesmo dia em que é realizada a punção ovárica, a amostra de esperma da dadora é desvitrificada (em Portugal, por motivos legais, deve manter-se congelada por pelo menos 6 meses) e processada em laboratório para selecionar o esperma de melhor qualidade para fertilização.

Fecundación del cultivo embrionario para doble donación

Fertilização e cultura de embriões

A fertilização é realizada com microinjeção de espermatozoides (ICSI), que consiste na introdução de um espermatozoide no óvulo com o auxílio de uma microagulha.

Após a fecundação dos óvulos, os embriões permanecerão no laboratório por alguns dias até que cheguem ao melhor momento para transferi-los. Dependendo do caso, podem ser utilizadas técnicas especiais de laboratório.

Doble donación. Tratamiento de la receptora

Tratamento para a receptora

A preparação endometrial consiste na administração de um tratamento com estrogênio que começa durante a menstruação da paciente. É assim que o endométrio é preparado para a receção dos embriões. Durante o processo, será necessário realizar pelo menos duas ecografias. Esta fase geralmente dura cerca de 12-14 dias.

Prueba de embarazo para doble donación

Teste de gravidez

12 dias após a transferência embrionária, um exame de sangue denominado B-HCG (beta) é feito para determinar a gravidez. A medicação nunca deve ser suspensa sem a indicação prévia do especialista, independentemente do resultado.

Começando 15 dias após a análise da B-HCG, a primeira ecografia é realizada para verificar o tipo de gravidez (única ou múltipla) e a presença de batimentos cardíacos.

Taxas de sucesso

As nossas taxas de sucesso giram em torno de 75% nas transferências de dois embriões em estágio de blastocisto, verificado com Beta HCG positivo. A idade da receptora não afeta as probabilidades, contudo, estas variam de acordo com o número de embriões transferidos e a sua qualidade.

Por outro lado, a probabilidade de gravidez em tratamentos de doação de óvulos aumenta com o número de transferências, podendo chegar a 90% após a terceira transferência; embora nem sempre seja necessário realizar mais de um para conseguir a gravidez.

Dada a idade dos óvulos, as probabilidades de aborto ou doenças cromossómicas uma vez que a gravidez é alcançada são sempre menores do que numa gestação sem tratamento.

Taxa de gravidez Beta HCG

73%
79%
1 embrião no dia +5 (Blastocisto)2 embriões no dia +5 (Blastocisto)* Resultados do Ginemed 2020

Solicite a sua consulta

A primeira consulta é gratuita e sem compromisso

Como será o meu tratamento se não resido em Portugal?

Sabemos que quando uma mulher decide que quer ser mãe, ela está a tomar uma das decisões mais importantes da sua vida e que a maternidade é um sentimento universal que não entende etnias, línguas ou distâncias. Por isso, para estar mais perto de si e facilitar esse caminho, nasceu o nosso Departamento Internacional, formado por coordenadoras nativas que a acompanham antes, durante e depois da gravidez.

Atribuímos-lhe um médico e um coordenador que falem o seu idioma

O nosso Departamento Internacional é formado por coordenadoras fluentes em várias línguas que a acompanharão antes, durante e depois da sua gravidez.

Apenas é necessária uma viagem a Portugal.

Se for estritamente necessário, só precisa de viajar uma vez para Portugal, pode organizar a sua viagem como melhor entender no que toca a férias, voos e reservas. As demais consultas podem ser feitas por meios remotos: videoconferência, telefone ou e-mail.

1ª consulta gratuita

Se desejar conhecer-nos pessoalmente

Estudos anteriores e controlos durante o tratamento

Pode realizá-los no seu país com o seu ginecologista de referência. Forneceremos a você as diretrizes necessárias a serem seguidas.

Adaptamo-nos a si

Com os recursos necessários para começar quando estiver pronto. Sem listas de espera.

Perguntas frequentes sobre FIV com dupla doação

Em que casos é indicado o tratamento com recurso a dupla doação?

O tratamento de dupla doação é indicado nos seguintes casos:

  • Ausência de parceiro masculino. Mulheres solteiras ou casal de mulheres (famílias mono e homoparentais).
  • Má qualidade seminal e ovocitária. Azoospermia, oligozoospermia grave, teste de fragmentação muito alto, abortos repetidos devido à baixa qualidade do ovócito, falência ovárica primária, menopausa, ou idade avançada.
  • Falhas repetidas em ciclos anteriores de Fecundação In Vitro.
  • Alterações genéticas. Quando há alterações cromossómicas nas mulheres e/ou alterações cromossómicas ou genéticas nos homens, ambos sem tratamento com PGT.
A medicação da recetora da dupla doação é a mesma que faria se fizesse uma FIV com óvulos próprios?

Não. Neste caso, a estimulação ovárica não é realizada como na FIV com óvulos próprios. O tratamento consiste na administração exógena de estrogénios e progesterona, por via oral ou vaginal.

Quais são as vantagens da dupla doação de gâmetas?

A grande vantagem deste tratamento é que a taxa de gestação é muito maior, reduzindo probabilidade de abortos e doenças cromossómicas, pois tanto o óvulo como o espermatozoide provêm de dadores jovens.

A idade é um fator importante na FIV com dupla doação?

A idade da recetora só pesa negativamente se o útero tiver alterações degenerativas que interfiram com a implantação. Em condições uterinas normais as taxas de sucesso são ótimas.

Existe outra opção além da FIV com óvulos e esperma de dadores?

Uma outra opção seria adoção de embriões. Estes embriões já foram criados e vitrificados, e são provenientes de outros casais que decidiram doá-los após a sua vitrificação.

Neste caso não têm a mesma taxa de sucesso, e a possibilidade de seleção com base nas características é mais limitada.

Existe algum limite para os ciclos de FIV com dupla doação?

Não há limite legal para o número de ciclos a serem executados. Cada caso é avaliado, e a recomendação médica individualizada daí resultante indicará um prognóstico para tratamentos seguintes.